29 de setembro de 2012

Prosas Poéticas no 9º Dia - Apresenta:


“Memórias”


 Envelheceu o tempo
Enferrujou a tela
Descoloriu o azul

Paisagem abandono
Pedaço esquecido
De tantas memórias

Só as águas insistem
Em seu vai e vem silencioso
Choram saudades

Ninguém escuta o seu pranto
A não ser aquele velho banco
Fincado na areia
 Ele também chora calado
Remoendo antigas lembranças

Por aquela praia... muitos passos...
 Um a um foram se apagando
Não há como segui-los
Voltaram para casa...

Para alcançá-los
É preciso ter um par de asas...

De vez em quando visto minhas asas e vou...”

* * * * *  
Regina Ragazzi
Direitos Autorais Reservados ®

* clique na foto e conheça o blog da autora.

23 comentários:

Sensibilidade a navegar com poesias disse...

PARABÉNS REGINA PELA EMOÇÃO NAS PALAVRAS AQUI NESSA POESIA...AMEI...PARABÉNS...

POESIAS SENSUAIS E CONTOS disse...

Bom dia poeta Regina Ragazzi. Parabéns pela a sua maravilhosa poesia e de expressivos versos. "Por aquela praia... muitos passos...
Um a um foram se apagando
Não há como segui-los
Voltaram para casa..." UM MARAVILHOSO FIM DE SEMANA. Francis Perot

Sinval Santos da Silveira disse...

Bom dia,Regina!

"
Para alcançá-los
É preciso ter um par de asas"...


Lindo Parabens!
Sinval

Dorli disse...

Olá Regina:
Essa solidão dói.
Velhos e jovens quando sentem a presença da solidão é triste.
Solidão parece ser uma fuga de si mesmo e ela persiste em permanecer, mas temos que achar um caminho: as asas.
Belíssima poesia com muito sentimento
A tarde vou visitar seu blog
Beijos
Dorli

Célia Rangel disse...

Belo poema! Real, pois tempo que envelhece necessita mesmo ser revigorado ainda que mentalmente - nossas recordações!
Abraço, Célia.

prazerdeescrever disse...

Parabéns Regina!Amei seu poema!Nossas recordações,nos levam mentalmente à voarmos até chegarmos ao local que desejamos pousar!

bjs.

Carmen Lúcia

Lu Nogfer disse...

Há passos que para segui-los,só vestindo asas!

Você Regina, sempre tão transparente e sensível em suas poesias!
Parabéns!

Beijos!

Maria Machado: disse...

Querida Regina Ragazzi,é muito verdadeira ao falar sobre as memórias,muito linda sua poesia.
Para alcançá-los
É preciso ter um par de asas...

"De vez em quando visto minhas asas e vou..."
Um abraço.
Maria Machado

Clau disse...

Poesia linda demais.
Gostei muito.(Da imagem também!).
Bjs!

Maria Helena disse...

Belíssimo poema permeado de sensibilidade e nostalgia que dão todo encanto ao versejar.E a foto?!
Parece que a gente se transporta , senta nesse banco tão convidativo e fica a meditar......até sentir as asas e voar...Abraços poéticos:Maria Helena

Zilani Célia disse...

OI REGINA!
LINDO TEU TEXTO.
VOU ATÉ TEU BLOG, POIS ACHO QUE O OBJETIVO MAIOR DE NOSSO AMIGO VIVIANI, FOI FAZER ESTA APROXIMAÇÃO ENTRE NÓS BLOGUEIROS.
ABRÇS

zilanicelia.blogspot.com.br/
Click AQUI

Odair Ribeiro disse...

Revendo e curtindo o "prosas Poéticas"!


Volto!.

Odair Ribeiro disse...

Belíssima ideia J.R. Viviani!


Através do "prosas poéticas arrumei vários amigos!


abração!

VILMA PIVA disse...

Olá Regina, lindos versos que visitam nossa alma na solitude de uma saudade. Parabéns!

POR TODA MINHA VIDA disse...

Lindo Regina ...e por saber que tu vais mesmo que de vez em quando Parabéns Pedro Pugliese

POESIAS SENSUAIS E CONTOS disse...

É assim a minha poesia.
Ela sugere emoções
através de imagens,
palavras, sons, e ritmos.
Trazendo mais beleza
e um verdadeiro
significado a vida...


Poeta Francis Perot

Ana Martins disse...

Regina, boa noite!
E de vez em quando, é tão bom vestir as nossas asas e sobrevoar lentamente pelos corredores da memória!

Beijinho,
Ana Martins

regina ragazzi disse...

Ao poeta J.R.Viviani o meu agradecimento por divulgar a minha poesia nesse espaço tão bonito e tão poético.Quanta generosidade a sua.
Parabenizo a todos os poetas que participam desse Prosa Poética.
Agradeço a todos os amigos que passaram por aqui e deixaram seus carinhosos comentários. Sempre obrigada!! Beijos a todos.

Cristiano Marcell disse...

Bravo Regina! Voe sempre!

Mariangela disse...

Oi Regina!
Te agradeço de coração esse lindo poema e sua bela participação!
Voe mesmo querida...o que seria de nós sem nossas asinhas...
Beijos,
Mariangela

Nelma Ladeira disse...

Olá Regina lindas palavras!
Adorei parabéns pelo lindo trabalho beijinhos.

Eu...Suzana disse...

Regina, amiga, lindos teus versos, me encantei. Um grande beijo poetisa!!

Clarice Moreno disse...

Regina Ragazzi, belíssimo poema, quantas lembranças guardamos em nossas memórias. Você escreveu com uma sensibilidade muito tocante, parabéns.
Abraços!
Clarice Moreno