1 de outubro de 2014

Prosas Poéticas na 1ª apresentação traz a criação de:

 


A borboleta dourada



A borboleta dourada
Flutuava nas alturas...
Nunca ficava parada...
Sempre buscava aventuras;

Batendo suas asinhas
Pelo céu azul celeste...
Vendo lindas andorinhas
Retornando para o leste;

Como és linda borboleta...
Bailando na leve brisa
Com perfume de violeta
Que tanto me paralisa;

És tão livre quanto o vento
Que passa para levar-te...
E deixar um sentimento
Em quem só queria amar-te;

 * * *
Samuel Balbinot
Direitos Autorais Reservados ®
 
clique na foto e conheça outras criações do autor.

________________________________________________ 

38 comentários:

Elvira Carvalho disse...

A liberdade, nas asas de uma linda borboleta. Gostei.
Um abraço

cris braghetto disse...

Venho saudar os autores deste encontro literário, parabenizando todos pela bela iniciativa.
Olá, Samuel.
Quantas borboletas douradas encontramos pela vida, como flashs que passam por nossos olhos e vão, deixando saudades.
Belo poema!

Carmen Lúcia.Prazer de Escrever disse...

Uma liberdade que somente elas sabem o quanto é possível,sair de um casulo lindas,coloridas,pousando com segurança de flor em flor.
Amei amigo Samuel,parabéns.
bjs Carmen Lúcia.

Mariangela disse...

Como é linda e invejável a liberdade da linda borboleta. E quantas delas sobrevoam e até pousam perto de nós e muitas vezes nem as enxergamos...
Sou suspeita para falar do Samuel...sou sua fã!! Lindo!
Beijos!
Mariangela

Dorli disse...

Oi Samuel,
Esplêndida como todas as suas poesias, mas essa da borboleta da uma sensação de liberdade de que hoje nos é negada.
Parabéns Samuel pela linda criação.
Beijos no coração
Lua Singular

Laura Santos disse...

Um grande começo este, com o querido Samuel!
Adorei o poema, belo, solto e leve, como uma borboleta!
Que viva a Primavera!
Parabéns, Samuel, ficou lindo!
xx

RENATA MARIA PARREIRA CORDEIRO disse...

Lindo poema do nosso querido e grande Poeta Samuel.
Beijo*

Bell disse...

Adoro as escritas do Samuel.
Começou muito bem para a abertura.

Samuel Balbinot disse...

Bom dia querido amigo..
ficou tudo muito perfeito.. começando pela poesia com a borboleta que tem um simbolismo muito profundo.. a imagem que tu escolheste tb fcou muito bela..grato pelos comentários de todos que aqui passarem... abraços e até sempre meu amigo

Rosa Mattos disse...

Imagem e poema muito bonitos. Parabéns, Samuel. grande abraço a você a todos.

Célia Rangel disse...

Espaço nobre literário é o que você nos oferece, Viviani... Aqui, todos "Vendemos Ilusões" com nossos poemas! Parabéns, Samuel com tal liberdade expressa nas asas de uma borboleta!
Abraços.

Eros Jon disse...

Parabéns Samuel!
Sei que No decorrer dessa nossa vida...Amaremos algumas borboletas
uma mais e outras menos, cada uma do jeito certo!...

Coluna da Mi disse...

Oi! Primeiro quero dizer que adorei ser convidada para prestigiar esse evento criado pelo Vendedor de ilusão.
Ele difere por não ser concursos onde muitas vezes são até injustos. Ganha o prêmio quem tem mais votos, ou seja, popularidade, tirando o lugar de talentos que às vezes nem são populares por estarem começando, melhores do que os mais votados, só que não tem o aval de angariar tais votos.
É um evento onde o prêmio é para quem vem aqui e lê.
Samuel, gostei da simplicidade da tua poesia e de como o "flutuar" dessa borboleta dourada pode nos levar à interpretação de que há muitas "borboletas douradas" por aí, que em busca de aventuras, deixam sentimentos nas pessoas e acabam por perder o principal: alguém que só queria amá-las.
Lindo! Parabéns!
Beijos.

http://colunadami.blogspot.com.br

Zilani Célia disse...

OI SAMUEL!
BORBOLETAS DOURADAS, QUE PASSAM E COMO LUZES DEIXAM SEUS RASTROS.
UM TEXTO, LINDO COM MUITO LIRISMO E TOCANDO BEM PROFUNDO.
PARABÉNS PELA BELA PARTICIPAÇÃO, ABRINDO COM CHAVE DE OURO O EVENTO.
ABRÇS
http://zilanicelia.blogspot.com.br/

MARIA MACHADO disse...

Parabéns Poeta!

Uma riqueza de poesia aplausos!!!

Es tão livre quanto o vento
Que passa para levar-te...
E deixar um sentimento
Em quem só queria amar-te;


Um beijo no coração!

Maria machado

Arione Torres disse...

Oi amigo, que post lindo, adorei!!
Tenha uma ótima semana, abraços!!

Lu Nogfer disse...

Ahhhh! Que abertura perfeita com o nosso doce Samuel.

Quanto aos versos, não poderia ser diferente. Belíssimos!
Parabens e beijos aos dois.

Nelma Ladeira disse...

Perfeito!
Adoro as borboletas,elas são livres...
Parabéns meu grande amigo.
beijinhos.

Tunin disse...

A borboleta tem esse poder de nos fazer voar em pensamentos.
Lindo a tua composição.
Abração.

Pedro Luis López Pérez (PL.LP) disse...

Esa borboleta dourada que se desplaza con sus alas de Libertad, surcando los cielos e impregnando con su aroma y fragancia ausencias y presencias difíciles de olvidar.
Magnífica Poesía.
Un saludo.

Marilene Domingues disse...

Querido amigo Samuel, que linda, singela e delicada ficou a tua participação com esse poema maravilhoso, onde o voar da borboleta nos expressa liberdade, beleza e encantamento.
Parabéns!
Abraços com carinho
Marilene

Eu...Suzana disse...

Oi meu querido amigo,
lindo o teu poema. Acredito que todos nós gostaríamos de ser como borboletas, onde a perfeita liberdade é capaz de fazer a gente voar sem ter medos.
Um beijo e um abraço bem apertadinho no teu coração.
Suzana.

Vanessa Palombo disse...

Olá Samuel,

Perfeita a abertura do Prosas Poéticas,
adoro borboletas, e suas palavras brilharam realmente!

Abçs

ॐ Shirley ॐ disse...

Belo começo, lindo poema.
Flutuei nas asas dessa doce borboleta!
Beijos Samuel!!!

Verinha Portella disse...

Samuel...que maravilha de texto, a liberdade,a leveza, e o colorido juntosa em um só voou, acariciando corações sensíveis. Viviani está de Parabéns
Abraços
veraportella

Meus rabiscos disse...

Oi Samu, mais uma vez vc arrasa em seu poema..."As borboletas sempre me encantaram e agora em prosa e versos então! Parabéns menino.
Bjsss e até sempre!

Marina Fligueira disse...

Felicidades Samuel: es una fantástica creación la tuya que a buen seguro dará que hablar.
Me encantan tus mariposas...
Suerte.
Gracias por darnos tanto y tan hermoso.
E igualmente a nuestro vendedor de ilusiones, que hace qué florezcan las que están un tanto mustias.
Besos azules en vuelo.

Dorli Silva disse...

Oi tio Samuel,
Nós do Mundo dos Inocentes viemos lhe prestigiar.
Linda poesia com uma linda borboleta.
Beijinhos
Mundo dos Inocentes

Maria Luana disse...

A liberdade é tudo em nossas vidas!!
Você abriu A prosa Poética em grande estilo!!Minha amiga avisou que você está participando.Entrei especialmente para parabeniza-lo!
Lindoooo!Parabéns Samuel.
Beijos.

Mary disse...

Ao meu querido amigo Samuel, meus parabéns pela sua linda participação no prosas poéticas, que amo lê tal evento promovido pelo nobre escritor JR VIVIANE.Foi uma grande honra ter participado do 1 prosa.

Samuel lindo seu poema,o livre e incansável voo da borboleta,o cotiano e a vida corrida muitas vezes nos prende, quando na verdade só percebemos isso quando nos deparamos com o serzinho livre voando a nosso redor, como vc bem descreveu.

bjos meu amigo!

Cesar S. Farias disse...

Abertura com ares de primavera. Saudações à todos poetas participantes.

Joana disse...
Este comentário foi removido pelo autor.
Joana disse...
Este comentário foi removido pelo autor.
Joana disse...

Bom dia! Estou atrasada nos comentários, peço desculpas, pois estive ausente. Hoje começo e aos poucos coloco tudo em dia.

Começamos em grande estilo, com a obra do meu querido amigo Samuel. Parabéns!

Beijos!

Roselia Bezerra disse...

Olá, amigo Samuel
Depois de 15 dias fora de casa, passo pra ler, com calma, sua preciosa poesia.
Voei como uma borboleta pelo ar ao perpassar seus versos em tons dourados...
Muito lindo o momento proporcionado pelo seu brilhante poema!!!
Bjs fraternais
P.S. Estive ausente para comemorar com netinhos que moram noutro Estado...

Artes e escritas disse...

Parabéns pelo poema, bonito e misterioso! Um abraço, Yayá.

Sinval Santos da Silveira disse...

Olá, amigo Samuel !
Que sensibilidade !
Muito lindo o texto, em valorização
à natureza. Parabéns.
Um fraterno abraço de boa noite.
Sinval.

Bárbara disse...

Bom dia Samuel
Um lindo acróstico
Parabéns
Bárbara