21 de outubro de 2014

Prosas Poéticas na 11ª apresentação traz a criação de:



Sonho
Naquela noite sonhei que sonhava.

Era dia.

No meu sonho estavas tu alegre nem um pássaro
subindo no meio duma fresta de sol,
em inverno rigoroso.

Eu sonhava e dizia-te sonhei contigo,
estavas tu a sorrir sentada no chão,
enquanto a chuva caía sobre uma árvore despida de folhas,
meditativa.

Era uma sensação plena de ternura
pelos teus grandes olhos azuis alucinados,
ignorante da vacuidade dum extenso fogo
que eu já vi nos despenhadeiros
por onde andam os répteis absurdos,
nas linhas verticais dum desejo.

O teu corpo reclinava-se,
voava em cima dum enorme bloco de gelo
que transfigurava tudo no cinzento dum pombo,
na noite plúmbea do mar.

Eras tu que vigiavas uma fábrica de beijos,
homens e mulheres de estranhos capitéis
para se protegerem da geada
ou talvez da antiga ciência do deslumbramento.

Eu,
era apenas uma sombra.

* * *
Vieira Calado
Direitos Autorais Reservados ®


clique na foto e conheça outras criações do autor.
 _______________________________________________

29 comentários:

cris braghetto disse...

Olá, grande poeta.
O sonho é a esperança de que o desejo se realize. Parabéns pela bela participação.
Abraços.

Marilene Domingues disse...

Bom dia Viviane e Vieira,
Parabéns Vieira pela linda participação!
Que belo sonhar, que os seus sonhos mais lindos se tornem realidade sempre.
Abraços com carinho para ambos.
Marilene

Mariangela disse...

Bom dia J.R!
Bom dia Vieira, parabéns pela sua linda participação.
Siga sempre sonhando seus belos sonhos, e que estes se realizem.
Abraços,
Mariangela

Verinha Portella disse...

Estimado Poeta Vieira, agradeço de coração ao Viviani,por me dar o privilégio de mais uma vez ler um trabalho teu. Meu querido, que poema inspirador, que sonho maravilhoso,embarquei nessa tua viajem sonhadora, e percorri caminhos floridos, em busca daquela bendita fabrica. "Eras tu que vigiavas uma fábrica de beijos". Um beijo com muito carinho e obrigada por alegrar meu dia com tua inspiração. veraportella

Célia Rangel disse...

Que belo poema! Belas metáforas! Sonhos! Precisa de mais alguma coisa? Só parabenizar ao excelente poeta!
Abraços.

Lu Nogfer disse...

Os sonhos são sempre encantadores, ainda que por vezes somos dentro deles, quase inexistentes!

Parabéns ao autor, pela belíssima obra em versos.

Abraços.

Carmen Lúcia.Prazer de Escrever disse...

Sonhos,que nos levam ao encontro do amor,é muito bom sonhar.
Adorei,poeta Viera Calado.
bjs
Carmen Lúcia.

RENATA MARIA PARREIRA CORDEIRO disse...

Lindo poema. Parabéns!
Abraço

Sinval Santos da Silveira disse...

Olá, Vieira Calado !
Que coração falante, e inflamado de amor !
Linda poesia declaratória.
Parabéns, e um fraternal abraaço.
Sinval.

Vanuza Pantaleão disse...

Vieira Calado, meu amigo.
Um poeta completo, ele tinha que estar aqui.
Adorei!Bjsss

Leila Bomfim disse...

Bom dia Vieira Calado. Que emoção senti ao ler-te, flutuei como em um sonho...um forte abraço.

Marina Fligueira disse...

Pues... Felicidades me ha encantado tu sueño y tu sombra que apenas distinguías.
¡Enhorabuena! Es un precioso
poema.

Besos azules en vuelo, desde Galicia España.

ॐ Shirley ॐ disse...

Foi apenas um sonho, porém, gerou uma sensação plena de ternura...
Beijo, Vieira!

Artes e escritas disse...

Sonhos não podem se transformar em sombras, ou podem? Um poema instigante, parabéns. Um abraço, Yayá.

NeusaMarilda_Lavienrose disse...

Parabéns ao poeta pela linda criação.Abçs.

Elvira Carvalho disse...

Um excelente poema amigo. Fico sempre maravilhada com os seus poemas.
Um abraço

Guaraciaba Perides disse...

Um doce sonho de amor onde na configuração fantástica dos
sonhos encontra-se o espaço
propício para a satisfação
do desejo.
um abraço

Gracita disse...

Olá Vieira
O sonho é um forte desejo e todo desejo a configuração de uma busca que nos impele a traçar metas para saciar o objeto do desejo. Sempre um deleite ler os teu belos versos.
Um braço

Gracita disse...

Boa tarde amigo Viviani
Parabéns mais uma vez pelo sucesso. Poetas e poetisas de gabarito nos emocionam com suas exuberantes construções poéticas. Aplausos para você pela fabulosa iniciativa e parabéns aos autores pelas viscerais tessituras literárias
Beijos com carino

poesia de vieira calado disse...

Meu caro!
O meu obrigado pela sua postagem.
Bem haja!
E prossiga nesta sua campanha em prol da Poesia!
Um forte abraço!

Rosa Mattos disse...

Muito interessante esse sonho e a forma poética como transcreveu.

Parabéns pela participação.

A ti, caro poeta, Vieira Calado, deixo um grande abraço.

Dorli disse...

Bom dia,
Apesar de conhecê-lo pouco, pude ver que excelente poeta você é.
Lindo sonho sonhado!
Abç
Lua Singular

Evanir disse...

Meu amigo poeta Vieira Calado.
Como sabes sou fã dos seus poemas desde quando não sabia nem fazer postagem no meu blog.
Era triste eu não sabia fazer a separação dos versos virava um texto.
Hoje me sinto feliz em ver você aqui no blog do Viviane.
Agradeço por nos brindar com tão belo poema.
Um abraço.
Evanir.

Pedro Luis López Pérez (PL.LP) disse...

Sueños de Amor que son casi espejos de Realidad de algo que queremos y anhelamos con toda nuestra Fuerza.
El Mar y las Estrellas que son siempre cómplices de esos Sueños en que nuestro Amor siempre está presente.
Preciosa Composición.
Un saludo.

Laura Santos disse...

Um grande poema!
xx

dinapoetisadapaz disse...

Ler-te, causou-me enorme satisfação. Poema grandioso relatando um lindo e terno sonho!
Saudações!

Roselia Bezerra disse...

Olá, Calado
Uma poesia bem construída e com versos em consonância com os sentimentos do escritor foi o que me pareceu... Profundamente consciente e melodiosa...
Abraços fraternos

Zilani Célia disse...

OI VIEIRA CALADO!
UM LINDO SONHO DOS QUE MUITAS VEZES NOS VEM, ACORDADOS.
UMA BELEZA DE TEXTO AMIGO.
ABRÇS
http://zilanicelia.blogspot.com.br/

MARIA MACHADO disse...

Olá querido poeta, Vieira Calado, apostei no seu silêncio, e acordo sonhando com uma linda poesia sua, que li agora, muito linda!

Uma belíssima participação viu. belo seu poema!

Obrigada amigo pelo o carinho!

Bjs!

Maria Machado