4 de janeiro de 2013

Contos e Prosas - apresenta a criação de:


O CREPÚSCULO...

  Embarquei no rápido trem de minha vida, dei adeus a meus pais e irmãos e fui, pois triste ou não, chegara a hora de minha partida.
Neste trem de ferro, iniciei minha jornada, mesmo lendo na indicação de destino, “parada ignorada”. Confiando no futuro segui determinada, havia chegado o momento de iniciar de minha própria vida a caminhada.
Levava na bagagem só sonhos saudades e esperanças, mas também dentro do peito todas as minhas lembranças.
 Quando o trem parou, senti que deveria descer, pois ali, sabia que iria te conhecer.
 Agora, nesta nova fase, seguiríamos juntos num grande avião, voaríamos bem alto e com carinho em teu braço forte me apoiaria e não teria medo da turbulência da solidão, pois nesta parte da vida, já éramos um só coração.
 Quando juntos seguramos as mãos de três criancinhas, continuamos a viagem, felizes, mesmo com suas subidas e descidas. Mas, quando nos deram adeus e foram viver suas vidas, pensei que o mundo acabara que nada mais restara, e que minha vida se acabara.
 Foi então que me disseste que havia uma nova partida, - Siga-me, vamos neste barco, será a viagem de nossas vidas. Partimos de novo em mais uma aventura, agora, novamente só nós dois, em busca de beleza e ventura. Enquanto o barco deslizava em águas mansas e tranquilas,  agora já, ao crepúsculo de nossas vidas, o sol, a natureza dourava, a areia da praia nos acolhia, como nossa cama macia e ali mais uma vez nos amamos, sem pensar se seria, por mais uma noite, ou apenas, por... Só mais um dia... 

Zilani Célia
Direitos Autorais Reservados ®

 * Clique na foto e conheça o blog da autora.
__________________________________________________________________________________

31 comentários:

Carmen Lúcia.Prazer de Escrever disse...

Lindo Zilani,após os filhos tomarem seus rumos recomeçar a vida em um barco com o grande amor,mesmo que seja por uma só noite.Parabéns!

Bjs de Luz

Carmen Lúcia-mamymilu.blogspot.com

ricardo alves / são paulo,brasil disse...

bravo!

Maria Teresa Fheliz Benedito disse...

Que lindo Zilani, a emoção tomou conta do meu coração e a lágrima foi inevitável, mas ele veio por causa da beleza e da pureza do teu poetar, amei...parabéns, beijinhos no coração.

Pedro Luis López Pérez (PL.LP) disse...

Un cuento entrañable lleno de emotividad y magia.
Um abraço.

Evanir disse...

Bom Dia Amiga Querida.
Como amiga e sua fã a bastante tempo
já sabia o quanto seria linda sua prosa
Parabéns querida adorei vc sempre conseguiu me emocionar com seus poemas .
Um Dia abençoado beijos meus,Evanr

Dorli disse...

Oi Zilani
Um lindo conto, retratou com grande firmeza a nossa vida, uma vida reservada a todos nós.
Nascemos, abandonamos nossos pais para seguirmos nossos destinos e, mais uma vez a história se repete, ficamos sós, pois filhos voam como todos nós voamos para a vida.
Adorei, você é muito competente no que faz.
Beijos
Lua Singular

*Escritora de Artes* disse...

Olá Zilani,

Belíssimo texto...

Abçs

Malu Silva disse...

Como é bom espaços assim, onde podemos conhecer o trabalho excelente de muita gente boa que está neste rede.
Abraços. Sou fão da Zilani.
Abraços

Rosa Mattos disse...

oi Zilani, bem bonito seu texto. Acho que é bem assim mesmo, somos feitos de lembranças do que já vivemos e dos sonhos que ainda queremos viver.

Parabéns pela participação. bjs

*Amigo JR, desculpe a ausência é que estou viajando de férias.

Um abraço afetuoso e um Feliz 2013! \o/ Que seja maravilhoso pra todos nós.

Um beijo
da amiga Rosa Mattos

http://contosdarosa.blogspot.com


elvira carvalho disse...

Um retrato da vida da maioria das mulheres. Os sonhos da juventude, a realidade da vida adulta e o terno amor do outono da vida. Gostei.
Um abraço e um feliz 2013

Mariangela disse...

Oi Lani!
Que beleza de conto!
Senti profundamente cada palavra ai escrita.
É a nossa história, o retrato da nossa vida, nossos filhos seguindo seus destinos, e nós recomeçando!
Beijos querida amiga pela sua bela participação!
Mariangela

Zilani Célia disse...

OI AMIGOS!
AGRADECENDO A TODOS QUE AQUI ESTÃO E AOS QUE AINDA VIRÃO, PELA GENTILEZA E DIZER-LHES QUE EMOCIONADA FICO EU, AO LER A GENTILEZA DOS COMENTÁRIOS A MIM DIRIGIDOS.
QUERO TAMBÉM DIZER-LHES, QUE ESTA ÚLTIMA PALAVRA" CONSENTIR", NÃO FAZ PARTE DO TEXTO, É CLARO QUE AO ENVIÁ-LO, ELA FOI JUNTO E SE O VIVIANI, TIVER COMO RETIRÁ-LA, AGRADECERIA, CASO CONTRÁRIO, JÁ DEIXEI AQUI ESTE RECADO.
AGRADEÇO NOVAMENTE A TODOS, A MINHA QUERIDA AMIGA "EVANIR" QUE ESTÁ AQUI COMIGO HOJE E POR QUEM TENHO MUITO CARINHO E AMIZADE E AO AMIGO "VENDEDOR DE ILUSÃO" , VIVIANI A QUEM, TAMBÉM DEDICO MINHA AMIZADE.
ABRÇS
http zilanicelia.blogspot.com.br/ClickAQUI://

Bento Sales disse...

Olá, amiga Zilani!
Que satisfação imensa em vê-la também aqui!

O conto é uma ótima alegoria para nossas vidas, por isso é dramático, mas também contém muita beleza e sabedoria, como tudo que tu escreves.

Tenhas certeza de que teu texto deu um brilho especial a este espaço e ao evento do bom amigo Viviani.

Abraços a ambos.

MARIA MACHADO disse...

Olá Zilani parabéns muito lindo e emocionante seu conto, cada palavra fala a certeza de vidas vividas, com muita sabedoria,e também muito amor Muito lindo mesmo.

Um abraço

Maria Machado

Célia Rangel disse...

Zilani, você percorre com belas palavras, a estrada da vida com suas alegrias e obstáculos, que na sabedoria do crepúsculo, conseguimos contemplar e valorizar cada segundo vivido. Parabéns pela sua participação!
Bj. Célia.

VIVENDO A VIDA ASSIM... disse...

Oi amiga, lindo conto. A vida é assim mesmo, filhos criados para o mundo, pais ficando sózinhos...É o rumo de cada ser humano vivendo neste planeta. Beijos!!

✿ chica disse...

Que maravilha,Zilani! Nem me espanto pois és sempre tri inspirada! beijos,chica

Lufague disse...

Zilani, viajei no trem de sua História, na simplicidade inteligente de seu poetar,Parabéns,

Carinho, Lu

POR TODA MINHA VIDA disse...

Lani minha Amiga linda ...maravilhoso seu conto fiquei extasiado ...confesso que ver os filhos tomarem seus rumos junto ao Amor é muito belo porem sou daqueles que sempre sente saudades dos filhos ...Lindo meus parabéns Pedro Pugliese

Del Rodrigues disse...

Obrigada pelo seu carinho e amizade durante este longo ano...
Desejo que todos os dias desse ano sejam abençoados, repletos de Paz, Amor, Saúde, Sucesso, Felicidades e Sonhos realizados. Abraços! Muita Luz!

Vida & Plenitude disse...

Zilani Querida,
é bom estar por aqui e ler palavras tão expressivas... Parabéns!

A vida é uma sucessão de buscas, encontros e realizações... Quando temos firmeza e escolhemos bem, tudo vai acontecendo lindamente... A presença de Deus faz toda diferença!

Um grande beijo...

Mary disse...

Oi Minha amada amiga!

difícil quando chega a hora de dá adeus aqueles que nos ensinou os primeiros passos, as primeiras palavras.
Aí é hora de uma nova missão, seguir seu próprio caminho, agora só.

Muito emocionante amiga, de verdade me vi nesse seu conto.

Parabéns pela sua brilhante participação.

LUZ disse...

Oi, Lani!

Quem escreve poesia, escreve, de certeza, prosa e muito bem.
A poesia é o expoente máximo dos nossos sentires e quanto a esses, você os possui, sobremaneira.

Sua história, sua narrativa está muito doce e leve, textualmente falando e muito bem pontuada, gramaticalmente (desculpa, a deformação profissional, mas Professor/a, é assim mesmo).

É. É assim,. Na Primavera das nossas vidas temos um grande comboio, que para em todas as estações e sonhamos e continuamos, sempre seguindo. Depois, e como tudo, a vida prossegue, mas doutro jeito, não menos belo.

Os filhos caminham na estrada da luz, sonham mais alto que nós, e então ficamos tão felizes, por presenciar a felicidade e o sucesso deles.

E nós? Nós, agora, vamos pra um cruzeiro, com tudo incluido, em camarote presidencial e faremos amor, como da primeira vez.

A VIDA TEM SEMPRE UMA PRIMEIRA VEZ, DE NOVO.

Bom fim de semana.
Beijo da Luz.

Bia Hain disse...

Zilani, que texto maravilhoso, romântico...sintetizou uma bela história de vida pautada por amor e carinho, pela segurança que um abraço e as palavras certas podem trazem à tona. Lindo, um abraço!

Luzia Medeiros disse...

Que lindo! Uma viagem sempre pode nos surpreender.

Beijos.

Nádia Santos disse...

Depois de preparar os filhos para a vida, é chegada a nossa vez de vier. Me vi nesse lindo conto. Bjus amiga.

Gracita disse...

Oi Zilani querida!
A vida é uma sucessão de etapas.
Em cada fase muitos amores.
A fase com os filhos foi esplendorosa. Hora de vivenciar em plenitude mais uma linda fase de amor a dois. Parabéns pelo texto maravilhoso! Beijos minha querida!
Gracita

Ana Tapadas disse...

Parabéns, minha amiga!

beijinho

Severa Cabral(escritora) disse...

BOM DIA MINHA AMADA !!!!!
SÓ HOJE QUE ENTRANDO NO MEU BLOG TE VEJO FALANDO DESSA ESTADIA AQUI NO CONTOS E PROSAS,
NOSSA !!!!!!!!
COMO VC ESCREVE BEM MINHA AMIGA,VIAJEI NO ENREDO DESSE CONTO...PARABÉNS MINHA QUERIDA E DEIXO MEU DESEJO QUE CONTINUE EXPLORANDO NA ESCRITA QUE VC TEM O DOM REALMENTE...
MINHAS DESCULPAS POR TER CHEGADO AGORA.MAS ALGUÉM JÁ ME DISSE QUE É MELHOR CHEGAR EM ATRASO EM ALGUM LUGAR DO QUE NÃO IR,RSRSRSRSRS,POR ISSO QUE VIM MESMO EM ATRASO ...
BJSSSSSSSSSSSSSSSSSSSS

Nos Amando... disse...

muito lindo
amei meus parabéns
obrigada pelo convite de
vim ler essa maravilha
linda noite bjs

dinapoetisadapaz disse...

Lindo e envolvente.Parabéns Zilani!
Adorei.Bjs!