17 de outubro de 2014

Prosas Poéticas na 9ª apresentação traz a criação de:



Com as minhas palavras



Com as minhas palavras invento o Sonho
Terá alma o Sonho?
Saberá dos milhares de crianças chorando
A fome
Revoltados
Pelo vento que arranca impiedoso
Os frutos ainda verdes?

Com as minhas palavras invento a Vida
Terá alma a Vida?
Saberá do silêncio dos que nascem
Vivem
E morrem
No desespero da solidão?

Com as minhas palavras invento a Liberdade
Terá alma a liberdade?
Saberá dos milhares de homens vivendo
Dia após dia
Hora após hora
A esmagar a raiva que martelam na memória?

Com as minhas palavras invento o Amor
Terá alma o amor?
Saberá da indiferença dos que dormem
Lado a lado
Frustrados
Na rotina agonizante do dia a dia.

* * *
Elvira Carvalho  
Direitos Autorais Reservados ® 
clique na foto e conheça outras criações da autora.
 __________________________________________

44 comentários:

dinapoetisadapaz disse...

Olá Elvira! Um poema de cunho social muito bem elaborado. Um grito necessário que precisa ser ouvido por muitos. Parabéns pela belíssima participação.

Bjs de luz no seu fértil coração!
Diná

Marina Fligueira disse...

¡Hola, Elvira!

Es exquisita tu forma de inventar.
Si, creo que todo tiene alma, que sufre las consecuencias la ausencia y del olvido. Sólo la palabra puede darle un poco de vida. Te dejo mi felicitación por esa palabra tuya.

Nonos conocemos, pero navegamos en el mismo barco del capitán amigo bueno, que conduce esta barco con maestría, elegancia y precisión. J-R Viviani. Gracias Amigo. Eres Genial.
Besos azules en vuelo, para ti y para todos los navegantes.

Elvira Carvalho disse...

Muito bom dia Viviani. Os meus agradecimentos por me ter incluído neste
barco, como diz a amiga Marina Fligueira.
Sinto-me honrada com isso. Bons dias amigos. Espero que o poema vos agrade.
Para todos vós um excelente fim de semana
Abraço.

✿ chica disse...

Que linda participação da Elvira! Vale sempre ler! Gostei muito! bjs, chica

Dorli disse...

Bom dia Elvira,
Abafou!!!
Você é tão boa contista como poetisa.
Suas metáforas são de deslumbrar.
Parabéns amiga,
Beijos
Lua Singular

Calu B. disse...

Com suas pungentes palavras, você ilumina os sentires em berço poético.
Clamor incandescente que alumia os dias.
Bravo\o/ Parabéns, Elvira.

Bjos,
Calu

Lu Nogfer disse...

Concordo com a Dorli.
A Elvira tem um talento admirável em todos os quesitos no que diz respeito à arte.
Parabéns amiga, pela linda participação!

Um belíssimo final de semana a todos!

Isamar disse...

Um poema muito bonito que apela à reflexão. Andamos um pouco adormecidos ou atordoados com o impacto do que se passa à nossa volta.O sonho, a vida, a liberdade, o amor serão realmente desalmados? Talvez consigamos devolver-lhes a alma que alguns lhes têm arrancado a ferro e fogo.Não podemos desistir! Parabéns, Elvira! Beijinhos

Edumanes disse...

Não serão nada de ilusão,
podem é ser aventureiras
bem escritas elas estão
as suas palavras verdadeiras!

No invento ou no sonho,
tem mais valor a felicidade
com carinho e amor risonho
fique bem à sua vontade!

Desejo-lhe um bom dia amiga Elvira, um abraço.
Eduardo.

ॐ Shirley ॐ disse...

Amiga Elvira, eu penso que tudo tem alma e que somos nós os responsáveis pelo que nos acontece.
Mas, gostei do seu poema inquiridor.
Beijo!

Vanuza Pantaleão disse...

A Elvira é uma daquelas escritoras que colocam as questões mais fundamentais da existência humana na mesa, à vista de todos. E assim o faz para podermos refletir, pensar e provocar mudanças interiores no nosso âmago.
Eu adoro ler a Elvira!
Parabéns, amiga!Bjsss

Carmen Lúcia.Prazer de Escrever disse...

Elvira,é com as mãos que os escritores deixam seus carinhos e afetos.
Parabéns pelo poema lindíssimo.
bjs.
Carmen Lúcia.

Joana disse...

Bom dia, Elvira!

Lindas palavras! Parabéns pela inspiração!

Beijos!

Cidália Ferreira disse...

Boa Tarde
Um belíssimo poema, Divina inspiração.
Gostei muito

Bom fim de semana
Beijos

http://coisasdeumavida172.blogspot.pt/

Bruxa disse...

Bom dia, meu querido! Voando por aqui novamente.
Ahhh sim... conheço as belas palavras da Elvira, estou sempre voando em seu cantinho e esse poema, maravilhoso!
Lindo final de semana, abração.

Verinha Portella disse...

Elvira..teu poema mexe com meus sentidos, me faz pensar, meditar e me extasiar com teu talento. Um beijo
Parabéns....
veraportella

RENATA MARIA PARREIRA CORDEIRO disse...

Bom dia, querida Elvira!
Sim, com suas palavras vc pode versar sobre tudo. É uma excelente escritora e escreveu um poema magnífico.
Beijo*

Bell disse...

Adorável participação.
Tudo que a gente dá asas a gente acaba dando vida.

bjokas =)

Existe Sempre Um Lugar disse...

Boa tarde, criação muito bela, poema que ilustra na perfeição o seu dom poético.
AG
http://momentosagomes-ag.blogspot.pt/

Rosa Mattos disse...

Magnífica sua prosa, Elvira.

Parabéns♥

Samuel Balbinot disse...

Boa tarde Elvira.. muito bom te ler..
com palavras e pensamentos podemos mudar o mundo..
basta além delas nossa intenção de amor na ponta da caneta ou na ponta da nossa língua dizendo palavras de amor e não tantas ásperas como nos dias de hj tanto se vê.. bjs e até sempre

Luma Rosa disse...

Oi, Elvira!
Como tenho orgulho de ti!!
Sempre me fazendo refletir, seja nos contos ou na poesia. Acho que colocamos alma em tudo e isso é viver.
Suportar a rotina lado a lado, também é uma forma de provar o amor, pois somente esse nos fortalece para superar as frustrações.
Beijus,

Tunin disse...

Interrogações que só os sábios sentidos podem responder.Belíssimo poema!
Abração.

Célia Rangel disse...

Olá, Elvira! Deste a temas sociológicos um tom romântico onde brota vida, ética e singularidade! Parabéns por sua participação e bela poesia da vida!
Abraço.

Artes e escritas disse...

A vida é um mistério, parabéns pelo poema. Um abraço, Yayá.

Vanessa Palombo disse...

Olá Elvira,

Com as suas palavras, disse tudo....Parabéns!

Abçs

Vitor Chuva disse...
Este comentário foi removido pelo autor.
Vitor Chuva disse...

Olá, Elvira!

E a interrogação contém em si mesma a resposta, neste bonito e profundo texto em forma de poema.
Parabéns!

Abraço e bom fim de semana.
Vitor

Roselia Bezerra disse...

Olá, querida Elvira
Tanta melodia nos versos seus que me fizeram quase que declamá-lo ao lê-lo... Tive muito sabor e apostei nas suas reflexões... Me interrogo, como vc, sobre tudo...
Creio que a sua capacidade de observação fez vc escrever, com alma, um lindo poema...
Vc sim tem alma e não importa tanto se o demais não a tenha... se bem que creio que haja sim alma em tudo e nós precisamos contemplá-la em todas as coisas criadas...
Parabéns!!!
Bjm fraterno

Mariangela disse...

Oi Elvira que lindo poema reflexivo.
Parabéns pela participação!
Abraços,
Mariangela

Pedro Luis López Pérez (PL.LP) disse...

Precioso Poema con palabras aladas que vuelan a través de nuestra Alma, enredadas en nuestra inspiración.
Abraços.

NeusaMarilda_Lavienrose disse...

Boa Noite ! Linda e sensível participação. Parabéns à autora e ao Viviani por nos proporcionar esta oportunidade.

Zilani Célia disse...

OI ELVIRA!
EM TEUS INVENTOS, COLOCASTE ALGUMAS DAS MAZELAS QUE ATORMENTAM A ALMA DE MUITOS.
MUITO BONITO E ENVOLVENTE, COMO TÃO BEM SABES FAZER EM TEUS ESCRITOS.
ABRÇS

http://zilanicelia.blogspot.com.br/

Elvira Carvalho disse...

Hoje vim agradecer ao dono da casa e promotor do evento o ter-me incluído nele, e também a todos que por aqui passaram ou passem pelas vossas palavras de incentivo e carinho.
Muitíssimo obrigada e bom fim de semana

lis disse...

Parabéns Elvira
Sempre maravilhosa quer em verso ou prosa.
beijinhos

Elyane Lacerdda disse...

Com as minhas palavras mudarei o mundo, as pessoas, os sentimentos!
Com as minhas palavras farei sorrir, chorar, gritar a todos que estiverem atentos!
bjus ótimo final de semana!
lindo poema!
http://www.elianedelacerda.com

Filha do Rei disse...

Que texto lindíssimo.
Que tenham alma.
Tenha um abençoado fim de semana. Bjs

Cesar S. Farias disse...

Concordo.As palavras, de fato, possuem o dom da criação.
No romance e na poesia, Elvira transita com intimidade.

MARILENE disse...

Uma realidade triste que você descreveu em lindos versos. Bjs.

Graça Sampaio disse...

Muito bom, Elvira!! Parabéns!!

Sinval Santos da Silveira disse...

Ah, Elvira Carvalho !
Quisera ter eu respostas para os teus
belos questionamentos poéticos.
Parabéns, querida amiga. Fico apensar.
Um carinhoso abraço.
Sinval.

Céu Vieira disse...

Olá querida Elvira...!!
Parabéns!! Adorei este seu poema!!
Fez-me ficar a pensar!!
Um abraço carinhoso

Geo disse...

Querida Elvira! Somente hoje tive o prazer de ler seu poema...
Eu o analisei da seguinte forma... Não acho que os sentimentos tenham que ter consciência do que são, são em sua essência o que lhes cabe como função, sentir... Assim sonho, vida, liberdade são o que são, nasceram para 'ser' e para que outros os apreciem ou lhe sintam a falta... Se estes, tivessem a noção da realidade que os cerca (analisando-os separadamente, como personagens), talvez, se sentiriam tristes ou abalados, tanto quanto o próprio poeta que lhes questiona a condição... Então, se por acaso lhe fosse dada a consciência, como ao homem é cabido, perderia o sentimento o próprio sentido e as coisas e pessoas perderiam suas cores, e o mundo a beleza e as pessoas seus amores e tudo seria muito mais triste.
Foi o que seu poema me levou a refletir... pois, infelizmente, há dificuldade, infelicidade sim... e ainda bem que o Sonho, a Vida, o Amor ainda são, e que o poeta apesar de estar consciente da realidade que o cerca consegue colorir a mesma com ilusão e assim nos fazer sentir a Vida, com sonho e amor, muitas vezes, nos acalmando a dor de ser humano.

Sempre fico muito feliz quando lhe fazem uma homenagem, pois tem toda minha admiração e respeito, pela pessoa e pela poetisa.

Um grande beijo! Parabéns minha amiga!

lourdes disse...

Um poema que está actual e que, pelos vistos, continuará actual eternamente já que não se vislumbram melhoras neste mundo....